Home


Bemvindo ao Diálogo sobre Governança da Água 2015 – DWG2015, um evento organizado pela Rede Interamericana Recursos Hídricos (RIRH), juntamente com a Comissão de Pesquisa da Água da África do Sul (WRC), a Agência Nacional de Águas do Brasil (ANA), o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a Secretaria de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (SRH-CE), a Organização dos Estados Americanos (OEA), o PNUD Cap-Net, o Instituto de Água, Meio Ambiente e Saúde da Universidade das Nações Unidas – (UNU-INWEH), o Centro da Água para a América Latina e o Caribe (CAALCA) Centro, a Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental (AIDIS), e o anfitrião, IHAB – Instituto de Hidro-Ambiental – Águas do Brasil.

 

O DWG 2015 será realizado em Fortaleza, Ceará, Brasil, entre os dias 23 e 26 de novembro de 2015, juntamente com o Encontro Intercontinetal sobre a Natureza, organizado pela IHAB – Instituto Hidroambiental Águas do Brasil, uma renomada ONG do nordeste brasileiro com foco na promoção da sustentabilidade e adaptação dos processos sociais e econômicos à realidade das regiões árida e semiáridas do Brasil. Nos primeiros três dias o DWG 2015 sediará a discussão de seis temas e um painel-plenário de discussão sobre Segurança e Governança Hídrica. Finalmente, no dia 26, acontecerá uma Consulta Regional sobre Segurança Hídrica na América Latina e no Caribe, promovida pela Força Tarefa das Nações Unidas em Segurança Hídrica.

 

Sob o tema principal de “Segurança Hídrica: Equidade na governança da água nas regiões semiáridas”, o DWG 2015 focará dois pontos principais dentro da governança: Equidade e segurança hídrica, sobretudo em regiões semiáridas em países desenvolvidos e emergentes. Os objetivos são primeiramente criar um diálogo robusto relacionado à governança de água doce, definir e enquadrar o nível e o contexto dessas questões nos debates nacionais e locais, e criar um nivel de consciência e discussão para mobilizar os parceiros a desenvolver programas de pesquisa compreensíveis que cubram diversos aspectos sobre segurança hídrica.

Deixe uma resposta